quinta-feira, 31 de março de 2011

EVENTO: PREMIÉRE DA SENSUALIDADE EM PARCERIA COM A BARBARELLA MODA ÍNTIMA.

Pensando em um momento descontraído, só de mulheres, ontem tivemos o primeiro encontro promovido pela Loja Barbarella Moda Íntima, Estúdio Mahaila Diluzz e a Consultora de Estilo Sadhya.

Neste evento falamos sobre a escolha da lingerie certa para cada momento e para o seu biotipo,sobre a maquiagem adequada para ocasiões sensuais e como criar um ambiente inspirador.

Além disso, euzinha, Mahaila Diluzz, fiz uma apresenatção de Dança do Ventre e dei dicas preciosíssimas sobre alguns truques de sedução. 

Foi  mega divertido. As gurias da Barbarella são umas fofas e, gente as langeries são TUDOOO!
Aguardem que estou fechando uma parceria com o blog e teremos um sorteio por aqui, fiquem ligadas!

O evento foi chiquetérrimo, regado a champagne e ainda rolou o sorteio de uma Make up completa. 
A Barbarella fica na Fernandes Vieira, 323.Quem quiser pode curtir no Facebook, ok? 
Agora algumas fotinhos do evento prá vcs curtirem.
















Viram que luxo? Meninas, as imagens que estão desfocadas foram colocadas assim de propósito para preservar a identidade das mulheres que participaram deste evento, certo?

Bjks.

Mahaila


5 comentários:

Postar um comentário

Sorteio de Cesta de Produtos Revlon Professional!


É só se cadastrar no link do Beleza Fina e no Descontos Poa
Eu já me cadastrei! Agora é só torcer!

Bjks e boa sorte!
Mahaila

7 comentários:

Postar um comentário

Coleção Cine Risqué

Estreia a nova Coleção Outono/Inverno 2011 Cine Risqué




Assinada por Reinaldo Lourenço, a inédita linha apresenta nove esmaltes dignos de Oscar
A marca Risqué, líder no segmento de esmaltes no Brasil, apresenta sua nova Coleção Outono/Inverno 2011 Cine Risqué, que traz toda a irreverência e descontração da atmosfera do cinema e brinca com ícones, situações e filmes que marcaram época. Os amantes da sétima arte e os fissurados em esmaltes celebrarão a 14ª parceria firmada entre Risqué e o estilista Reinaldo Lourenço, que há oito anos colabora com o seu talento e traduz sua inspiração apresentando cores e texturas para a criação de novos esmaltes.

Para desenvolver a Coleção Cine Risqué, Reinaldo Lourenço buscou inspiração nas festas glamourosas e na moda dos anos 30, época na qual o cinema foi o grande referencial e quando grandes estrelas fizeram história. Para o estilista, Cine Risqué resgata o glamour e a elegância nas unhas, com cores sofisticadas e clássicas, ideais para o inverno. A época foi marcada pela elegância na forma de se vestir, a leveza das pérolas e a intensidade e os mistérios da noite.

Conheça os oito tons da Coleção Outono/Inverno 2011 Cine Risqué:

Risqué Cenário Perfeito: um azul fechado, que combina com qualquer cenário;
Risqué Beijo no Escurinho: um cinza chumbo metálico e escuro;
Risqué Anos Dourados: um amarelo sofisticado, como os filmes que marcaram época;
Risqué Pipoca Doce: um vermelho intenso e vibrante;
Risqué Nunca Fui Santa: uma cor intrigante e de atitude, entre o vermelho e o laranja;
Risqué Bonequinha de Luxo: um nude meigo com toque rosado;
Risqué Felizes para Sempre: um dourado metálico clássico;
Risqué Dia das Estrelas: um bronze de arrasar.

Para completar, a coleção também é composta pelo versátil Risqué Cobertura Fosca, produto para ser passado por cima de qualquer esmalte para deixá-lo fosco.

Para Gabriela Garcia, Diretora Executiva da Hypermarcas, empresa detentora da marca Risqué, esse resgate da sofisticação nos tons de esmaltes é uma tendência para a estação: “As cores da Coleção Cine Risqué são finas e elegantes, e vão desde um cinza chumbo até os hits da estação, amarelo ouro e nude rosado. O inverno combina com tonalidades clássicas e essa nova linha é uma grande aposta, pois transporta a mulher para o mundo do cinema e do glamour”.


A Coleção Outono/Inverno 2011 Cine Risqué estará à venda nas melhores farmácias e perfumarias do país a partir de abril.




Eu não vejo a hora de conhecer de pertinho a nova coleção, gurias!!! Aiii! Bjks
Mahaila


5 comentários:

Postar um comentário

quarta-feira, 30 de março de 2011

Caminhando pacificamente para a catástrofe.

Pessoas, eu sei que ninguém gosta de post's longos, mas as vezes não dá prá fugir deles. Desde que ocorreu a catástrofe nuclear no Japão, venho pensando na importância de nós, blogueiras, por termos esse canal de comunicação nas mãos, abrirmos uma discussão séria sobre o tema. Então, resolvi compartilhar com vcs leitoras e blogueiras, a entrevista abaixo e proponho abrir um canal de discussões sobre esse assunto super sério que é a geração de energia por meio de usinas atômicas. Peço que postem nos seus blog's, divulguem pois isso afeta a TODOS, como bem coloca a entrevistada. Leiam, nem que seja em capítulos, toda a entrevista pois é muito esclarecedora. Agradeço muito. Todos os comentários são bem vindos. Sejamos solidários e vamos abrir esse fórum de discussão mundo afora. Se cada um fizer sua parte, quem sabe conseguimos amenizar os estragos provocados pela ação (des) humana. Bjks


Mahaila


Entrevista com a geofísica Leuren Moret
16/3/2011

Caminhando pacificamente para a catástrofe

Leuren Moret é uma geofísica, cientista independente e especialista internacional sobre radiação e saúde pública. Ela se ocupou intensivamente em esclarecer a população sobre as características devastadoras das munições com urânio utilizadas em guerras pelos EUA, países da OTAN e Israel. Em suas palestras, ela informa as mídias e discute com parlamentares e deputados. Ela escreveu uma dissertação baseada em suas pesquisas sobre a poeira na atmosfera e como ela é transportada por todo o mundo. Ela mostrou como a poluição do meio-ambiente em forma de poeira pode se deslocar em menos de uma semana da Ásia para a América do Norte. Ela disse que dentro de uma perspectiva global, a natureza é uma só. Aquilo que escapa de um país, em algum momento vai parar em outro, indiferente das “barreiras” continentais ou oceânicas.

Leuren Moret atuou também como atriz principal no filme “Blowin’ in the Wind” do famoso produtor de documentários David Bradbury, duas vezes nomeado ao Oscar. O filme denuncia o tratado secreto que permite ao militares norte-americanos testarem suas munições de urânio na Austrália, assim como treinarem seus soldados. Ele mostra também as terríveis deformações em recém-nascidos no Iraque. Além disso são reveladas as mentiras do governo britânico sobre seus testes atômicos realizados na Austrália. O filme chocou, revoltou e surpreendeu muitos telespectadores nas mostras de cinema em Sidney e Brisbane.

Pergunta: Você poderia nos contar resumidamente sua experiência na área de emissão radioativa?
Moret: Eu trabalhei em dois laboratórios para armas atômicas. Fui ensinada por Marion Falk, um cientista do Projeto Manhattan que desenvolveu no laboratório Lawrence Livermore, entre outros, a bomba de hidrogênio. Eu pesquisei os efeitos dos testes atômicos sobre a população norte-americana e outros grupos, nas redes de pesca nos oceanos e também o efeito de usinas nucleares.

Pergunta: Você acha que a população mundial está em risco devido aos acontecimentos nas usinas atômicas japonesas?
Moret: Baseado na minha experiência e naquela dos principais pesquisadores na área de radiação e ciência geral, nós estamos muito preocupados com a situação no Japão.

Pergunta: Mais claro impossível. Como você e seu grupo vêem o futuro desenrolar? O que acontecerá a seguir?
Moret: Eu posso lhe dizer, nós todos estamos receosos. A radioatividade já se espalhou. Dois contatos que tenho no Japão e são cientes da situação, já fugiram com suas famílias para Okinawa (cidade no extremo sul japonês). Todo o hemisfério norte está em risco. Isso é devido à circulação do ar em torno do planeta. Neste contexto, a Linha do Equador forma uma barreira. Se o hemisfério norte for exposto à radioatividade, esta se movimenta em diferentes direções segundo a altitude. As correntes de jato (jetstream) são uma forma efetiva para transportar partículas radioativas a grandes distâncias, movimentando o ar do oeste para leste praticamente na mesma latitude. Foi assim que eu, por exemplo, mapeie tipos de doenças segundo as condições atmosféricas dos testes atômicos. Eu descobri que existe uma freqüência das mesmas doenças nas mesmas latitudes e um forte aumento desde 1945, o que nos remete aos testes atômicos.


Correntes de jato confinam a radioatividade dentro de cada hemisfério

Pergunta: O governo japonês diz que eles têm sob controle a emissão radioativa. Você acredita nisso?
Moret: Eu não iria acreditar naquilo que um governo diz e especialmente naquilo que as concessionárias de energia dizem. Eu lidei com representantes do governo japonês, canadense e americano, e a maioria não diz a verdade. As afirmações mais verídicas provêm de certos cientistas, e também de certos ativistas que conheço ao redor do mundo. Pois eles estão no local, onde acontecem os experimentos, eles mesuram e observam a intensidade das emissões por todo o planeta. Eles estão muito preocupados com a situação no Japão e fornecem os melhores dados e informações.

Pergunta: Você utiliza a palavra “receoso”. É a palavra certa para a situação?
Moret: Eu creio que é a expressão correta, pois alguns dos cientistas da Rússia e Europa foram atingidos pessoalmente pela catástrofe em Chernobyl. Eu estava no campo de teste em Nevada, observei os efeitos dos testes atômicos sobre a população nativa, como a contaminação se espalhava sobre seu território. Eu estive por todo o globo e estudei as populações expostas à radiação. Eu conheço por isso muito bem os danos que podem ser causados pela emissão radioativa, melhor do que muitos especialistas entrevistados pela mídia e que expressam suas opiniões.

Pergunta: A intensidade das emissões não decai ao chegar através do pacífico até à costa da Califórnia?
Moret: Não, as partículas radioativas permanecem juntas como uma bolha. Quando chove, são atingidas a população e toda a região onde a chuva cai, e podem aparecer as mais diferentes doenças provocadas pela radiação. Esta contaminação atua sobre os genes e será transmitida às futuras gerações.

Mas isso não deve ser motivo de preocupação à população brasileira, pois como afirmou o ministro Mercadante: "O nosso reator é um pouco mais moderno. As paredes são mais robustas do que reator japonês e a nossa usina é capaz de aguentar tsunamis de até sete metros de altura e eventuais terremotos de 6,5 graus na escala Richter."

Aparentemente o ministro desconhece o significado da palavra "acidente". Uma vez que ele ocorra, quem deve ser responsabilizado pelas centenas de milhares de vidas destruídas pela radiação, além da contaminação de grandes regiões brasileiras? Sugerimos que os responsáveis pela aprovação da construção de usinas nucleares se comprometam, juntamente com todos seus descendentes, a serem os primeiros "voluntários" para os reparos e limpeza do nosso reator "mais moderno" e com paredes "mais robustas" - NR.

Pergunta: Soa muito mal. Onde você se encontra no momento?
Moret: Estou em Berkeley, Califórnia, do outro lado da baía de São Francisco.

Pergunta: Ou seja, diretamente à frente do Japão. Por que você está aí, achando que há risco?
Moret: Eu observo e mesuro os níveis de radiação. Se ele se alterar devido à Fukushima, eu dou meu alerta e depois desapareço.


Pergunta: Quanto tempo você calcula para que aconteça um GAU (catástrofe nuclear)?
Moret: A situação por lá se torna pior a cada dia que passa. Não existe mais um acesso direto às instalações, tudo deve ser levado por helicóptero, os geradores de energia foram destruídos pelo tsunami, os refrigeradores não funcionam mais. 90 minutos após o tsunami, quando o resfriamento cessou, iniciou-se o aquecimento das varetas de combustível nuclear. Partes destas varetas estão expostas completamente e começaram a derreter. Houve explosões de hidrogênio, incêndios, radioatividade alcançou o meio-ambiente, os índices de radioatividade em torno das instalações se elevaram a patamares perigosos. A qualquer momento pode acontecer o pior.

Pergunta: A única coisa positiva dos acontecimento no Japão é a mudança na Europa, no que concerne à limitação da energia atômica. Na Alemanha, foi decretado hoje uma moratória de três meses e determinado o desligamento provisório de 7 instalações nucleares, dentre as 17 existentes, para avaliação. O que você acha disso?
Moret: Seria uma atitude correta se fosse uma decisão permanente. Mas os defensores da energia atômica fazem agora apenas um recuo estratégico, e quando tudo passar e estiver esquecido, continuarão exatamente da mesma forma. Os políticos, em sua maioria, são comprados pelos conglomerados energéticos; aqui não se pode esperar grandes mudanças. Há muito dinheiro envolvido.

Pergunta: Grato pela entrevista, que eu gostaria de continuar amanhã devido à atualidade.
Moret: Com prazer.

Alles Schall und Rauch, 16/03/2011.
http://www.inacreditavel.com.br/novo/mostrar_artigo.asp?id=834
Enviado por Cristina Francez

Chuva Radioativa:



Publicado por Minha Mestria


Fonte: http://claudiovelasco.ning.com/profiles/blog/show?id=2852652:BlogPost:383040&xgs=1&xg_source=msg_share_post

2 comentários:

Postar um comentário

Absurdos da nossa economia.

SAIBA A DIFERENÇA ENTRE POUPAR 100 REAIS E DEVER 100 REAIS PELO MESMO TEMPO, NO ATUAL SISTEMA TRIBUTÁRIO E FINANCEIRO NO BRASIL.

Se um correntista tivesse depositado R$ 100,00 (Cem Reais) na poupança em qualquer banco, 
no dia 1º de julho de 1994 (data de lançamento do Real), teria hoje na conta a
FANTÁSTICA QUANTIA de R$ 374,00(Trezentos e Setenta e Quatro Reais).

Se esse mesmo correntista tivesse sacado R$ 100,00 (Cem Reais) no Cheque Especial, 
na mesma data, teria hoje uma pequena dívida de R$139.259,00 
(Cento e Trinta e Nove Mil e Duzentos Cinqüenta e Nove Reais), no mesmo banco. 

Ou seja: com R$ 100,00 do Cheque Especialele ficaria devendo 9 Carros Populares, e com o da poupança
conseguiria comprar apenas 3 pneus. 
Não é à toa que o Bradesco teve quase R$ 
2.000.000.000 (Dois Bilhões de Reais) de lucro liquido 
somente no 1º semestre, seguido de perto do Itaú e etc... 

Dá para comprar um outro banco por semestre! 

E os juros exorbitantes dos cartões de crédito? 

VISA cobra 10,40 % ao mês 
CREDICARD cobra 11,40 % ao Mês. 
Em contrapartida a POUPANÇA oferece 0,62 % ao mês.


Campanha pela Reforma Tributária e Financeira no Brasil, já! 

Se vc considera esta informação importante, repasse. Bjks.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Essa oferta, não dá prá perder! Se Joga!




Quer aproveitar? É só clicar no link do Beleza Fina, na barra lateral esquerda deste blog, te cadastra e compra esta oferta que é tudo de bom! Bjks

Um comentário:

Postar um comentário

terça-feira, 29 de março de 2011

Sorteio de uma sandália Indaiá aqui no blog!

 Gente, ainda não tive oportunidade de mostrar a sandália lindinha que as Sandálias Indaiá me enviou, mas em breve farei isso! É, gurias, o ano começou e o tumulto tá grande e o tempo tá curtíssimo, aff... Mas, vamos lá! A boa notícia é que a Indaiá está presenteando as leitoras do meu blog com uma sandália! Uhuuu! Então, Se Joga Guria! Bóra participar do sorteio! 


Sorteio de uma sandália Indaiá aqui no blog!


 O par é indeterminado (a empresa escolhe).


  Vamos as regras: 

a) Seguir o blog;
b) Seguir a Indaiá no twitter:@Sandaliasindaia;
c)Adicionar no facebook: Sandálias Indaiá

Colocar comentário com: 
Nome:
E-mail:
Nome de Seguidora:
Twitter:
Facebook:
Número que calça:

CHANCE EXTRA: 

d) Assinar a newsletter para receber as atualizações diárias blog por e-mail (não esqueça de confirmar no link que será enviado para seu e-mail);

e) Divulgar o sorteio no seu blog pode fazer um segundo comentário extra com o link de divulgação (pode ser divulgação em postagem ou na barra lateral)



Colocar comentário com: 
Nome:
E-mail:
Nome de Seguidora:
Twitter:
Facebook:
Link do blog onde foi divulgado:
Número que calça:


As inscrições para concorrer ao sorteio vão até o dia 24/4. O sorteio será realizado através do site sorteador.com

O resultado será divulgado no dia 26/4. 
A ganhadora será informada por e-mail e terá 48h para retornar. Caso isso não ocorra, será realizado novo sorteio.

Boa sorte gurias! Bjks

52 comentários:

Postar um comentário

Saiba como começar e manter o ritmo da corrida.

Perca peso, defina músculos, melhore seu fôlego e faça amigos correndo.


"A corrida é o esporte mais democrático que existe", explica o professor João Gabriel Santos Souza, da Cia Athlética. Pode ser praticado por pessoas de todas as idades e gêneros. Aprenda como começar, manter o ritmo, e fazer da corrida um hábito viciante. Primeiro, vamos aos benefícios:

Coração: quem corre melhora a parte cardiovascular, fazendo com que o coração fique mais eficiente, até mesmo em repouso. A corrida também melhora a circulação sanguínea ao fazer vasodilatação. O aumento do calibre dos vasos reduz o esforço do coração. "É como uma mangueira. Quanto mais fina, a bomba tem que fazer mais força para a água passar", explica João Gabriel.  
Saiba como começar e manter o ritmo da corrida - Foto: Getty Images
Emagrecer: uma hora de corrida, a 11 quilômetros por hora, queima em média 700 calorias, além de enrijecer a musculatura das pernas.

Fôlego: a corrida melhora a capacidade respiratória. Se você começa a correr e logo fica sem ar, a dica é aumentar o tempo de corrida gradativamente. Se você correu durante 20 minutos nesta semana, tente fazer 22 na semana que vem.

Diabetes tipo 2: quando você pratica exercício, seu músculo capta o açúcar do sangue para fabrica energia . Com isso, você tira açúcar do sangue, sem precisar tomar insulina.

Se você está começando agora, a dica é procurar um especialista. "O principal erro de quem corre é fazê-lo sem o auxílio de um profissional. Você precisa ter conhecimentos básicos de fisiologia e biomecânica para desenvolver uma técnica", explica João Gabriel. 


Outro erro, bem comum, é a falta de alongamento. Só a famosa "esticadinha" não funciona. Você precisa ter a cadeia posterior (da nuca até o calcanhar) bem flexível para evitar lesões. Para ter pique, também é importante consumir um carboidrato de rápida absorção (como uma fruta ou uma barrinha de cereal) antes do exercício. E, claro, não se esqueça de se manter sempre bem hidratada. Uma boa pedida são os isotônicos, que ajudam a repor os carboidratos e sais minerais, e lhe darão mais disposição.

Na hora de correr, preste atenção à postura. Deixe o abdômen levemente contraído, para manter a região lombar no lugar. Mas não exagere. Se você contrair demais a barriga, deixará o corpo tenso, prejudicando o exercício. Atenção também aos pés. "Passada eficiente é aquela na qual você não freia. Você aproveita a passada anterior, caindo com o calcanhar", ensina João Gabriel.  
Agora que você já sabe como correr e quais são os benefícios, entenda por que quem começa a correr para valer não para mais. Durante o treinamento, você libera endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar. Quem corre sempre acaba ficando dependente dessa substância, um fenômeno conhecido como "runner's high" (barato do corredor). Mesmo depois do treino, as endorfinas permanecem agindo no nosso sistema. Por esse motivo, muitas pessoas chegam a ficar mal-humoradas quando não conseguem correr. É como um vício. Só que saudável.

Para não desanimar, associe-se a um grupo de corrida. Além de fazer novos amigos, você terá o acompanhamento de um profissional. Trace objetivos, como perder 5 quilos, ou correr 10 quilômetros, e não os perca de vista. Assim que chegar a sua meta, trace uma nova, ainda mais ambiciosa.

E ai, gurias? Olha, eu comecei a correr no verão e achei super gostoso. comecei com menos tempo e fui aumentando aos poucos e curti muito. Realmente, a gente vicia. Na verdade, qualquer exercício aeróbico, vicia. Tipo, eu soiu viciada em dança, kkkk. Ainda bem, né?  Só estou um pouco triste agora, pois com o retorno das atividades de trabalho (graças), o tempo é mais curto e quase não sobra prá encaixar a corrida. Mas, eu me tranqüilizo porque tenho a dança. Prá quem quer começar, achei interessante o post. Fica a dica! Bjks

4 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...